Entre em contato: +55 (43) 3372-1111

BLOG

Porangaba abre temporada do Sindi com show de resultado.

O evento virtual da família Curi teve crescimento de 80% em comparação com a última oferta da marca, porém com um volume muito menor de animais.

A família do criador Felipe Curi promoveu o 3º Shopping Sindi Porangaba com leilão de encerramento no dia 19 de março. O evento 100% virtual registrou números muito interessantes para abrir a temporada de comercializações da raça Sindi em 2021. 

Ao todo 40 pessoas arremataram lotes da genética Porangaba e dos criatórios dos convidados especiais. Os animais de destaque apartados pela Carvalho Assessoria vão reforçar ou fundar planteis de alto nível nos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Pará, Bahia, Ceará e Maranhão. 

O evento que está no terceiro ano consecutivo ofertou 80 lotes de quase todas as categorias de seleção. O lote mais valorizado foi a Gayla da Porangaba. A fêmea tem 50% dos seus direitos de reprodução comercializados por parcelas de R$ 2.700,00. 


Veja todas as médias praticadas durante o período de vendas da Porangaba:

Médias Leilão

Fêmeas R$33.033,00

Machos R$21.514,00

Geral   R$30.240,00


Médias Shopping

Fêmeas R$14.085,00

Machos R$15.105,00

Geral R$14.554,00


Médias Corte 

Fêmeas R$2.380,67

Machos R$3.274,00

Geral R$3.019,81


Além da evolução de 80% no faturamento, outra taxa que chamou muita atenção do mercado foi a do crescimento da média geral que ficou em impressionantes 137,22% 

O diretor da Connect Leilões, Silvestre Marinho do Carmo, diz que os números da Porangaba superaram as expectativas dos organizadores, mas não o surpreenderam. “O gado é produtivo, eficiente e econômico e apresenta vantagens tanto nos cruzamentos que são voltados ao leite, quando nos cruzamentos para a produção de meio sangue para abate. O Sindi está sendo muito procurado e requisitado porque está vencendo desafios e se estabelecendo com sustentabilidade em todos os modelos de produção pecuária. Isso obviamente impacta na receptividade do mercado”, conta Silvestre.

O leilão foi considerado um sucesso pela grande demanda por animais Sindi, principalmente pelos resultados que a maioria dos criadores e pecuaristas que já conheceram a raça vem obtendo nos seus projetos. A médica veterinária e selecionadora Helena Curi acredita que os números expressivos tenham sido estimulados também pelo mercado comercial aquecido e o conhecimento maior dos pecuaristas em geral sobre as qualidades zootécnicas da raça Sindi. “O Sindi já se provou em casa e segue repetindo a história de performance nas propriedades dos compradores, que também divulgam nosso trabalho através dos próprios resultados. Essa é a maior propaganda que a gente tem dentro da raça, a resposta do gado na fazenda estimulando o mercado, e junto de todo o cenário de cotações favoráveis em que a raça responde com vantagens como precocidade, adaptação, fertilidade, eficiência em conversão, rendimento de carcaça e qualidade da carne. Também não podemos deixar de destacar a alta genética dos animais que a gente ofertou, pois tiramos o melhor da nossa seleção e acho que foram esses motivos de sucesso e ganhos em preço”, diz a selecionadora.


Sobre o Sindi Porangaba


O Sindi, a raça zebuína que mais cresce em números de registros atualmente e embora seja um gado de menor altura de pernas, apresenta uma notável pujança muscular, precocidade evidente, excelente habilidade materna e alta conversão alimentar. Tudo isso conjugado favorece a eficiência para as cadeias produtivas da carne e do leite. “O Boi do Futuro é aquele que acaba dando um bom lucro para o bolso, para o meio ambiente e para o consumidor” - diz a criadora Cláudia Fraga Leonel. A premiada genética da Porangaba tem origem em rebanhos seletivos considerados precursores da raça Sindi no Brasil. Na formação foram feitos investimentos em animais do reconhecido plantel de Reunidas Castilho, bem como de alguns expoentes nordestinos e tudo foi multiplicado por tecnologia de reprodução assistida.