Entre em contato: +55 (43) 3372-1111

BLOG

Sistema de leite e ordenha robotizada

O leite é um dos produtos de origem animal mais consumidos no mundo. No Brasil, a produção cresceu expansivamente e para atender a demanda a pecuária brasileira modernizou-se.

O leite é um dos produtos de origem animal mais consumidos no mundo. Além do consumo, é utilizado como base para fabricação de outros alimentos como pães, bolachas, massas, entre outros. No Brasil, a produção cresceu expansivamente o que inseriu o país na lista dos 5 maiores produtores mundiais.

    Para atender a demanda interna e externa, a pecuária brasileira modernizou-se e práticas manuais tornaram-se menos utilizadas pelos produtores. No método manual, o leite é retirado diretamente pelas mãos do ordenhador e posto em um balde. Nesse método, poucos instrumentos são utilizados, como material para conter a vaca, balde, filtro e tanque de refrigeração. 

     Embora seja empregado por pequenos produtores, a ordenha manual exige um número maior de mão de obra e resulta em baixa eficiência. Para evitar gastos desnecessários com mais ordenhadores, a ordenha mecanizada surgiu para mecanizar todo o processo. Utilizando a tecnologia, o novo método diminui o intervalo entre uma coleta de leite e outra, evitando também o desperdício de matéria prima.

  A ordenha mecanizada é feita com o auxílio de equipamentos que simulam a mamada do bezerro, em um sistema de dupla câmara com pulsador. Ele permite a realização de dois ciclos, um de massagem e outro de extração ou ordenha propriamente dito.

     Existem diversos tipos de ordenha mecanizada, entre elas, a Ordenha lado a lado, nesse sistema, as vacas permanecem posicionadas uma ao lado da outra. O que reduz o espaço ocupado por cada vaca durante o procedimento. 

      Outro método é a Ordenha em fila indiana, nessa categoria, os animais são dispostos um em frente ao outro, paralelamente ao fosso. As vacas são manejadas individualmente, sem interferência no tráfego das demais. Esse é o único tipo que permite a ordenha mecânica com o bezerro ao pé.

     A forma de manejo deve variar conforme a propriedade e a quantidade de animais destinados à produção leiteira, quanto maior for o rebanho, mais técnico deve ser a produção, visando sempre diminuir o período em cada ordenha para que assim, possa extrair o leite. 

     Portanto, cada produtor deve escolher o seu sistema de acordo com a infraestrutura da fazenda, o número de animais e de funcionários disponíveis, além da raça dos animais destinados para a produção de leite. Assim, a chance de êxito em cada sistema será maior.